Evento

Quem está governando nossos sistemas alimentares?


detalhes do evento


#Foodsystems4people

Webinar com deputados do Parlamento Europeu VIA ZOOM

Assista ao gravação:

REGISTE-SE! AQUI

Idiomas: Inglês, Francês e Polski

Programa

Disponível para download: PT versão em PDF - Versão ES PDF - FR versão PDF

Moderação: Thierry Kesteloot, Oxfam

14.30 - 14.35 - Palavras de boas-vindas por Thierry Kesteloot, Oxfam

14.35 - 15.00 - Introdução

  • A governança de nossos sistemas alimentares. O que está em jogo ?
    Por Nora McKeon, Terra Nuova
  • A captura corporativa da Cúpula de Sistemas Alimentares da ONU (UNFSS) e a Resposta Autônoma do Povo ao UNFSS
    Por Paula Gioia (Coordenação Europeia Via Campesina/Mecanismo da Sociedade Civil à Comissão de Segurança Alimentar Mundial)

15.00 - 15.25 - Painel 1 : Governança Alimentar em sua dimensão global
Participantes: Maria Noichl (S&D), Beata Kempa (ECR), Saskia Brickmont (Greens), Sofia Monsalve (FIAN IS)

Perguntas:

  • Novas modalidades de governança global de alimentos estão desafiando a esfera pública e a tomada de decisões democráticas destinadas a transformar nossos sistemas alimentares. Como podem o PE e a UE defender e promover uma governação alimentar multilateral democrática assente nos direitos humanos? Quem precisa estar à mesa e em que condições?
  • Com o Comitê de Segurança Alimentar Mundial (CFS), OMC, FAO, Banco Mundial, CBD, UNFCCC, Cúpula de Sistemas Alimentares da ONU, … a governança alimentar é fragmentada, descoordenada, fraca e muitas vezes contraditória. Os direitos humanos não são considerados no mesmo grau em todos os espaços, ou são completamente ignorados. Os Estados-Membros assumem posições diferentes nos diferentes espaços, por vezes distantes da urgência ou das melhores práticas para a transformação dos sistemas alimentares. Quais espaços fortalecer em nível global para garantir coerência política e responsabilidade de governança para uma transição para sistemas alimentares sustentáveis ​​que coloquem as pessoas e o planeta no centro?

 15.25 - 15.50 - Painel 2: Políticas alimentares da UE e governança alimentar global
Participantes : Claude Gruffaut (Verdes), Anja Hazekamp (GUE), Atilla Szocs (Ecoruralis)

Perguntas:

  • A concentração de poder corporativo nos sistemas alimentares continua a crescer, assim como sua influência política, inclusive por meio de uma narrativa baseada em inovação, tecnologia, digitalização e iniciativas multissetoriais lideradas por empresas, Como abordar a concentração de poder corporativo e evitar a captura de instituições democráticas para a governança alimentar pública?
  • No Pacto Verde Europeu, a UE visa uma transição para sistemas alimentares sustentáveis, com escolhas políticas difíceis – mas necessárias.Que políticas, mecanismos e meios da UE devem ser aproveitados para reforçar a governação democrática e baseada no direito dos sistemas alimentares?
  • A transição para sistemas alimentares sustentáveis ​​requer uma abordagem holística que trate de diferentes domínios políticos (por exemplo, clima, meio ambiente, biodiversidade, comércio, finanças). Como aumentar a liderança e a coerência da UE conectando diferentes domínios políticos para uma abordagem de governança holística para transformar os sistemas alimentares?

15.50 - 16.15 - Dúvidas

16.15 - 16.30 - Observações finais Por Éric Andrieu (S&D) e Morgan Ody (Coordenador Internacional La Via Campesina)

 

* Este evento é organizado por membros europeus da Resposta Autônoma do Povo ao UNFSS: Action Aid, CIDSE, Coordenação Europeia da Via Campesina, Seções Europeias FIAN, Terra Nuova, Oxfam

 

Compartilhe esse conteúdo nas mídias sociais