REGULAMENTO CORPORATIVO E EXTRACTIVOS

Permitir que as empresas estabeleçam suas próprias regras é reforçar o vínculo entre dinheiro e poder. Os impactos das atividades das empresas transnacionais precisam ser regulados para proteger a vida, a dignidade humana e a autonomia das comunidades.

O comportamento extrativista das empresas é exibido mais diretamente no setor de mineração, mas também está interconectado com todas as nossas áreas de trabalho como causa de apropriação de terras, poluição por CO2 e sistemas alimentares injustos. Estamos abordando essas sobreposições sistêmicas com posições políticas coerentes.

O CIDSE utiliza os recursos de nossa rede internacional para influenciar processos de legislação nacional e internacional que obrigariam as empresas a respeitar os direitos humanos. Defendemos o tratado vinculativo - um instrumento internacional legalmente vinculativo para regulamentar as atividades de corporações transnacionais e outras empresas comerciais atualmente em negociação na ONU - e nossos membros pressionam por legislação nacional sobre due diligence em direitos humanos.

O CIDSE participa de espaços de intercâmbio, como o Fórum Social Temático (TSF) sobre Economia Mineira e Extrativista, onde movimentos populares se organizaram em um diálogo sobre como convergir suas lutas e reconhecer os pontos comuns de suas injustiças. Suas perspectivas informam nossa defesa e apoiamos sua participação nos processos legislativos que estamos seguindo.

Conselheiro Sênior
Denise Auclair
Diretor de Regulação Corporativa e Extrativistas
Sylvia Obregon